Mulher Diabo

Matanza

exibições 119.991

Eis que surge vinda de lugar nenhum
E o tempo vai fechando ao seu redor
Se já não vai nada muito bem na vida do bebum
Com ela aqui só vai ficar pior
Eu te falo como é, você pára onde estiver
Você fica totalmente sem ação
Não consegue mais falar, como quem vê congelar
O momento em que ela entra no salão

E vai beber, vai cair, levantar
E começar beber de novo
Só com muito sacrifício
Chega em casa de manhã
Até aí tudo bem só que é todo dia sim outro também

E tudo isso é culpa da mulher diabo
Que me persegue a noite em tudo que lugar
Mas se não fosse pelo chifre e pelo rabo não iria me aguentar

Qualquer um se intimida se for pego em seu olhar
Sente toda sua sorte se esvair
Tava bem até ali e já começa a ter azar
Do seu jogo você pode desistir

E vai beber, vai cair, levantar
E começar beber de novo
Só com muito sacrifício
Chega em casa de manhã
Até aí tudo bem só que é todo dia sim outro também

E tudo isso é culpa da mulher diabo
Que me persegue a noite em tudo que lugar
Mas se não fosse pelo chifre e pelo rabo não iria me aguentar

Ela vai embora deixando os bebuns pra trás
E o rastro de caos, de destruição
Você olha esse rapaz arrasado, incapaz
De pensar em qualquer outra solução

E vai beber, vai cair, levantar
E começar beber de novo
Só com muito sacrifício
Chega em casa de manhã
Até aí tudo bem só que é todo dia sim outro também

E tudo isso é culpa da mulher diabo
Que me persegue a noite em tudo que lugar
Mas se não fosse pelo chifre e pelo rabo não iria me aguentar

Terra Música
feedback