Ao faville e a favela

Mv Bill

exibições 12.156

Ao faville e a favela...

Faz tanto tempo que a gente não se vê
Eu tô legal, como anda você

Eu vô levando a vida
Fazendo o meu porre
A estrada é estreita
Faço meu caminho
Vou tirando os espinhos
Mas não vou sozinho
Tenho uma quadrada tenho uma p..
Cuidando de mim,
Preciso me defender,
Me proteger
A lei da rua é assim: pura e seca
Matar ou morrer, mas tô feliz em te ver fala mais de você
Tá morando aonde?
Onde você se esconde?
HMM
Ta fazendo o que?

Na faculdade me informei Dr.
Tenho uma multi-nacional, parque nobre, carro importado, viajei ao mundo num jato particular, casa é minha alegria nas Bahamas, tenho tanta grana, tanto tempo morando lá fora, que português não sei mais falar
Esqueci a pobreza
Fato lá na mesa
Você tá na mesma
Já deu pra notar

Tu tá tirando a favela
Não faz assim não
Comigo a vida foi dura, foi sem opção
Era isso ou nada, não vem me julgar
Você não sabe o que é passar fome, não ter onde dormir, não ter onde morar
Você sabe tudo, estudou a fundo
Eu não conheço São Paulo direito
Conheço o BOPE, o vício, a boca do lixo
Conheço tetra enguicil, bala de míssil
Conheço armas de guerra, tudo quantué favela
Conheço que não é certo, a morte de perto
Conheço a satisfação, de quem pega tomate estragado no final da feira
De quem rouba o lixo do restaurante dos branco
Conheço João
Conheço Maria,
Que fala do tio, do primo e da tia

Nem tudo é tão bom, tá legal
Minha mãe não vai bem de saúde
Meu pai arrumou outro alguém, tá morando em Paris
E eu tenho várias mulheres, sou bem sucedido, e a família? teu irmão tá legal???

Meu irmão foi baleado num assalto á banco
Tá entre a vida e a morte no leito de um hospital
Tá mal e tal, não tá legal
Também..
O garoto era bicho solto, era cachorro louco
Se julgava o tal só porque tava no time do bola + 1
Meu pai tá se matando de tanto beber
E minha mãe tem quarenta e tra-lá-lá
Mas o sofrimento faz envelhecer
A coroa parece que tem sessenta, mas tá branca
Vai editando entre trancos e barrancos

Precisamos se encontrar começar a se ver
Somos opostos, nada a ver

Aparece lá em casa qualquer dia
Não não meu lugar é na periferia

Te arranjo emprego, roupa nova
Meu emprego é o hip-hop, minha roupa é da hora

Temos o mesmo sangue...
Ah! Sobrenome não é nada, eu não colo com play
Mas saio andando, voando
Me exclui dos seus planos
Eu tô revoltado, já tenho aliado
Sou rapper bem!
Sou aliado dos manos

Precisamos se encontrar começar a se ver
Somos opostos, nada a ver

Aparece lá em casa qualquer dia
Não não meu lugar é na periferia

Te arranjo emprego, roupa nova
Meu emprego é o hip-hop, minha roupa é da hora

Temos o mesmo sangue...
Ah! Sobrenome não é nada, eu não colo com play
Mas saio andando, voando
Me exclui dos seus planos
Eu tô revoltado, já tenho aliado
Sou rapper bem!
Sou aliado dos manos

Hmmmm

Terra Música
feedback