Letras de músicas - Letras.mus.br

Vagabundo Também Ama

Oriente

Você é colorida e eu sou preto e branco
Você dá uma corrida e eu dou mais um catranco
Você gosta do caminho do meio, eu chego e fico de canto
Você curtindo o recreio, eu de novo aula matando
Você fazendo oferenda, eu vivo roubando dos santos

Eu não curto finais felizes, você com eles fica em pranto
Meu anjo, minha companheira,
Te presenteio com o mundo inteiro
Mermo que eu não precise de tanto
Você, vai de temaki, salmão e cream cheese
Eu vou de todos os pratos, e um punhado de hax....
Você com quase nada tem o suficiente pra crise
Eu sou estourado, mal-humorado,
E mermo assim sou take it easy

Você é aurora, eu sou fim de tarde
Você é agora, eu sou um pouco mais tarde
Você é correria, na hora da alvorada
Eu sou preguiça, faço história nas madrugada

Você é Paris, [gata] eu sou Bangkok
Você sempre feliz e eu sempre multilock
Você ceramida, anti frizz, eu quase com dreadlock
Você Grande Rio imperatriz, eu 69 Woodstock

Você like a g 6, eu rock das antiga
Você prática e determinada, eu evito a fadiga
Você deitada, canga, sol, eu altinha, ganja, trilha
Você quer ver minha vó, eu fujo do almoço em família
Você se irrita facin, eu sempre quem boto pilha
Eu de Cuba Libre, gin, você Absolut Vanilia
Você é amor eterno, lembrança pra vida inteira
Eu sou romance de verão, sou brisa leve passageira

Você é bom senso, eu sou impulso mal pensado
Você é alvo no futuro e eu méritos do passado
Você sorri o dia inteiro, eu metade mal humorado
Você é tipo papel machê, eu sou tipo um papel pardo

Você é yang eu sou yin, você é início eu sou fim
Você é tudo pra mim, você baixinha eu magrin
Eu falo muito então, você fala muito enfim
Você pede uma massagem, e eu peço um carin

Você admira as estrelas, eu escuto a natureza
Você feliz de nascença, eu numa eterna tristeza
Eu tento entender o mundo e você admira a beleza
Você vem de meu amor e eu vou de minha princesa

Você é aurora, eu sou fim de tarde
Você é agora, eu sou um pouco mais tarde
Você é correria, na hora da alvorada
Eu sou preguiça, faço história nas madrugada

Você é Nova York, [gata] eu sou Tijuana
Você de farm shop, eu de chinelo havaiana
Você night hip hop, eu de eletro na praiana
Você é uma peça top, eu guerreiro protejo a dama

Você reclama a toa, eu quero ficar de boa
Você vem pro meu quarto e o nosso tempo quase voa
Eu te desejo, tu me deseja, você de suco eu de cerveja
Eu de Playboy você de Veja, eu sou o bolo você a cereja

Você me beija eu te beijo, entramos em comunhão
Eu seguro seu cabelo, você me olha com tesão
A gente mantêm a distância, precisamos um do outro
Segredos e mistérios, conexões do nosso corpo

Aí é só eu e você
Aquele sonzin clichê
De um cd meu da Sade
Que horas são? Vai saber..
Deixa o relógio correr...
Todo dia é de lazer...
Daqui a pouco o sol vai nascer...
Nossa noite do prazer...
[você] quer gritar, eu quero bater...
[você] quer beijar eu quero morder...
Foda-se o mundo la fora, é eu você e o colchão...
Vem de nariz empinado pra comer na minha mão...

Te faço chegar no ponto, protagonistas da nossa trama
Na pista discreta e ponto, flutua como uma dama
Mas se solta na hora certa quando deita na minha cama...
Nessas horas que afirmo, vagabundo também ama!

588.096 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais