exibições 46.922

Quem olhar neste meu rosto
Não percebe o desgosto que me invade o coração
O meu peito foi ferido
O meu lar foi destruído por uma cruel traição.

Quem me deu esse castigo
Foi meu perverso amigo e uma ingrata sem moral
E como diz o ditado
Que todo bem praticado sempre é pago pelo mal.

Ai, ai, ai, ai, ai, ai, sempre é pago pelo mal.

Lhe dei carinho e agrado
Mas num ambiente honrado não pudestes acostumar
Quem tem a alma ferida
Jamais poderá na vida viver dentro de um lar

Pra morrer essa lembrança
Jogue fora essa aliança, eu errei em te ofertar;
Aliança é abençoada
E não deve ser usada por quem nunca soube honrar

Ai, ai, ai, ai, ai,ai, por quem nunca soube honrar

0 comentários
Terra Música feedback