Letras de músicas - Letras.mus.br

O Terrorista

Realidade Cruel

!!!PLLLIIIMMMMM!!!

-Alô.
Satisfação jornalista aqui é a matéria que você deleta
Visitei sua mansão e seqüestrei sua Cinderela
Muito bonita estilo modelo de passarela
Tá aqui com nós no cativeiro te vendo na tela
Da hipocrisia onde tudo parece tão lindo
Onde você arrombado, faz discurso sorrindo
Vou te dizer o que aprendi con você:
Sonhar com consumismo e realizar com minha PT
Pode crê que ora sobrevivê tem que ser foda mesmo
Toda informação distorcida tem o seu preço
E é justo que eu cobre caro, nada extraordinário
Comparado com os fatos e cérebros envenenados
Porque você tem o poder pra denunciar
Então é só frear a engrenagem da máquina de matar
Pra que a miséria não fabrique outro robô
Programado pra julgar e bombardear o opressor
Do povo, Rede Globo, Judas tá em todo globo
Meu ocular não é tolo enxerga todo o jogo
Chôro, adrenalina, vermelho de ver chassina
De ver seu batalhão gozar medalha heroína
Caralho, só cocaína e criança na indisciplina
Nalata o crack, no bar um conhaque, doses de pinga
Chapô, não faz lembrar que tá sem moradia
Nem lembra que é fácil entra truta em qualquer quadrilha
Até quando serei matéria que você deleta
Até quando correr pra comer sem ter medalha de atleta
Só que o país tá uma merda e você é o alvo fatal
Tá aqui carniceiro ibope pro seu jornal

!!!TUM,TUM,TUM,TUM!!!
-Meu deus do céu eles estão com ela
-Pelo amor de deus alguém me da uma ajuda
-Quem são essis caras
-À final de contas o que que essis caras querem?
-Eles não dizem o que querem

!!!PLLLIIIMMMMM!!!

-Pera aí
-Alô

Então playboy não quera dialogar
Foda-se sua fonética, sou o embrião com ódio
Desastre da genética, sou periferia até a altma estou de pé
Quem é vem com fé, com ativista sem choufer
Sem ordenado caralho sangrando no asfalto
Culpa do poder que diploma pobre pro assalto
Aqui é só mágoa, no estômago só agua
Se entupo uma quadrada perco minha alma pros farda covarde
Traidor não sou como você
Que promove a guerra e distorce informação na TV, vem ver
Realidade brutal crueldade
Chassinados, decaptados, brazil impunidade
Juíz roubou milhões, não dividiu a grade
Não foi torturado nem puniu quem provocou massacre
Agora é tarde aí, sente o rancor do bandido
Esquecido, zuado, espancado, dez anos agredido
Ninguém pois na tela meu filho morto à tiros
Tipo caça ao bicho que o governo não deu incentivo
Eu lá trancando me atracando com os incho na faca
Pivéte levou rajada
Bolsa não valeu pra nada
Quinze conto por mês enfia no rabo
Ou tente projetar seu filho um político safado
Como você que na mão tem o poder
Dando esmola pro povo pra se auto-promover
Vem fazer a matéria, aí vê se não deleta
O analfabeto com fome rasgandu de bala sua cadela
Dentro do Audi blindado sangrando dentro do matagal
Tá aqui carniceiro ibope pro seu jornal

!!!TUM,TUM,TUM,TUM!!!
-Puta merda que qeu foi que eu fiz?
-O que que essis caras querem à final?
-Os caras não falam se querem dinheiro
-Os caras tão com minha mulher no cativeiro
-Os caras vão acabar matando ela

!!!PLLLIIIMMMMM!!!

-Pera aí
-Alô

Duzentos mil sem revisão de pena porra tipo epidemia
Boy na anistia, merda país da democracia
Pro idoso rico óbito em Las Vegas num cassino
Aqui o pobre velho morre infecto comento lixo
Ou num presído a vida inteira num pavilhão
Jesus chorou por quem decaptou em rebelião
Crime ediondo, omissão, jornal por sifrão
Põe na tela o dedo no gatilho explodindo ladrão
Anti-Cristo covarde vai pro inferno
Logo você vai intrevistar o Diabo de perto
Sou pelo certo e por justiça e paz é meu debate
Excluído comete omicídio quando quer liberdade
Próximo à grande do lado de fora
Não sou santo candidato à matar
Evito usar o que explode crânio
E canto o RAP nacional paranormal
Lavagem cerebral que evita o antecipado funeral
É foda saber que de hora extra num mundo puto
Força foda, longe da minha família
Se não esquartejo e faço autópsia
Globo cara do brasil hipócrita
Tensão rouba tensão
Sequestro cús não chora
Boy não mostra pobre sem orgãos
Desespera decomposto como cachorro morto jogado nas terras
Dos fazendeiros que nos vendem ao extrangeiro
Abre escravo no meio
como porco na mão de açougueiro
Não atiro à esmo
Não respiro dinheiro
Divulga o manifesto que eu liberto ela do cativeiro

-Não é bincadeira não, estou falando sério
O manifesto na tela ou ela no cemitério

-Boa noite, o manifesto exibido à seguir vale a vida de minha

esposa e de milhões de brasileiros

-O povo exige a revisão de processos
E a caçassão dos direitos adiquiridos pelo detento
Que todo detento tenha direito à um trabalho
E que esse trabalho seja remunerado
E o dinheiro entregue aos familiares
E que seja garantida a educação aos filhos dos presos
Para que mais tardes eles não se amontoem nas celas juntos com

seus pais
O povo exige uma troca justa
O Estado boas escola e levem daqui suas drogas
Nos tragem empregos com salários dignos
E levem daqui seus ferros com seus artigos
Nos tragem de volta os sorrisos
E levem daqui o ódio que meus filhos mastigam

-Boa noite

Composição: Realidade Cruel · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Metallic
11.493 exibições
Ver mais fotos
  1. Depoimento De Um Viciado
  2. O Resgate
  3. Quem Sabe Um Dia
  4. Resgate
  5. Refém da Amnésia
  6. Dia De Visita
  7. Ao Menos Uma Vez
  8. Vale da Escuridão
  9. Entre O Amor E O Ódio
  10. Tarde Demais
  11. Reflexões Momentâneas
  12. Gangsta Rap Nacional
  13. Vale da escuridão Parte 2
  14. Triste vingança
  15. Quando O Tiro Do Fuzil Disparar
  16. Deus É do Gueto
  17. No Final do Arco Íris
  18. A favela chora
  19. Amor Bandido
  20. 1 Deus 2 Ladrões
  21. Liga nóis
  22. Olha Lá Quem Vem
  23. Você Dizia Que Amava o Rap Como Eu
  24. O Crime Não é Creme
  25. Jardins de aço
  26. Realidade Cruel
  27. Bandido Mal
  28. Brinquedo maldito.
  1. Sentimento
  2. Quem Vê Cara Não Vê Coração
  3. Deixa O Menino Brincar
  4. Não Me Leve a Mal
  5. Mais Cruel Do Que Nunca
  6. Camburão Negreiro
  7. A Vida Como Ela É
  8. Colibri
  9. A Trilha Sonora do Guetto
  10. Atrás das grades de sangue
  11. Até os gladiador chorou
  12. Saudade
  13. Tristes Recordações
  14. Demonio de Farda
  15. O Terrorista
  16. Entre balas e rosas
  17. Morador di favela
  18. Terra Sem Lei
  19. Sinal da cruz
  20. Tsunami
  21. Entre O Inferno E O Céu
  22. Mil Razões
  23. Nos Calabouços do Ódio
  24. Campo Minado
  25. Mesmo assim
  26. Amanhecendo No Apocalipse
  27. Dos Barracos De Madeirite, Aos Palácios De Platina
  28. Quem É Você?
  1. É Nós Mesmo Vagabundo
  2. O bonde
  3. De Ouvido a Ouvido
  4. Liberdade (Dia de Visita)
  5. Filme Triste
  6. UTI
  7. Por Que Que Você Não Fez Te Amar
  8. Efeito Colateral
  9. Aqui é favela
  10. Bailes lotados
  11. O Rap Treme O Chão
  12. Enquanto a Guerra Não Parar
  13. Só Sangue Bom
  14. A Selva Não É De Brinquedo
  15. Pede Pá Cola
  16. Simples Homicidio
  17. Tira o Pé da Lama
  18. Pesadão
  19. O Amor Petrificado no Ódio Part. Guerreiro Vitor
  20. Deus do Céu, o Sinal da Cruz
  21. Passa A Bola
  22. Barulho Conhecido
  23. Ritual de Sangue
  24. Dia de Visita
  25. Só Sangue Bom (Parte 2)
  26. Depoimento de um viciado
  27. Depoimento de Um Viciado
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais