Barulho Conhecido

Realidade Cruel

.........Não, não sangue bom, eu devo ta sonhando, ou talvez um
pesadelo me atormentando, quem diria, aí guerreiro veja só. Me
sinto tipo loco, de crack, de pó, com uma Glock na mão de
carbono. Na ação o inferno, no dedo o demônio, soprano no meu
ouvido bem baixinho: vai, cata logo esse desgraçado e sobe o
gás, descarrega sem dó, sem medo e sem perdão, varias no coco,
varias no coração, sem do, sem perdão, vai,vai Sem dó sem
perdão...........

Puta que pesadelo mano, caralho mano, puxa logo esse gatilho e
mata esse mano, o cachorro ta latindo sem parar, será que é um
gato, meu Deus o que será? Será que é mais um tentando pular o
quintal, loco, anormal arriscando a sorte num varal, vou tentar
registrar sem acender a luz, adrenalina agora me conduz. Click
Clack o barulho é conhecido meu Deus, será que se pá é um
inimigo que veio me busca, que veio me mata, que veio dá um fim
nessa história pra acabar, ahh ultimo capitulo, final loco,
imprevisível, dramático, sufoco, oh meu Senhor abençoa esse
louvor e ilumina a alma desse pobre pecador..Eu vou até o final,
covarde eu nunca fui sangue bom, sujeito homem nunca foge da
missão.. Seja lá como for, é comigo to envolvido, a paz e o amor
pra minha vida, meu destino, agora só me resta me armar, me
proteger, ta pronto pro choque, pra matar ou pra morrer. Eu que
oh, sempre me guiei pela fé, veja só, oh, inacreditável, né, se
ele veio até aqui não vai querer dá meia volta. Com angustia no
olhar e o diabo nas costas, cheio de rancor, na fé e no apetite.
O barulho é de Tauros ou talvez de Chilique, sei lá, o que
importa é que ele veio pra atirar. To sentindo no ar, meu desejo
é de matar, sem dó e sem perdão, sem chance e sem idéia, se é
assim então será, to pronto pra guerra meu Deus, Click Clack o
barulho é conhecido meu Deus, Click Clack, é som de gatilho meu
Deus, Click Clack é madrugada de domingo, oh, minha família ta
dormindo [... ] Os passos, estão cada vez mais próximos, eu
sinto no ar um cheiro de óbito, não sei se é o meu ou talvez
seja o dele, vem na minha mente os flash back derrepente. Se eu
sou um mano justo e nunca deixei falha, nunca fui rotulado de
canalha, nunca dei entrada pra ninguém zoar no plantão, nem
muito menos me tirar de cusão, na boca de ladrão, na solidão de
um comédia, a lei é uma só, pra vacilão é vela, caixão lacrado,
velório e mais nada, triste e amarga, dramática lei da bala,
então, veja só se eu não sou nada disso, então, quem será que é
meu inimigo, to tenso e pensativo, procurando a resposta, mais
mesmo assim não importa vai ser foda, vingança não é, eu não sou
policia, sou apenas mais um sofredor da periferia, oh meu Deus
vem me guiar, antes que eu puxe o gatilho pra matar. Minha outra
arma eu não sei onde pus, Cristo Jesus, eu não posso acender a
luz, adrenalina me conduz pra por um final, nessa historia loca
anormal,
Click Clack o barulho é conhecido meu Deus, Click Clack, é som
de gatilho meu Deus, Click Clack é madrugada de domingo, oh,
minha família ta dormindo [...]
A porta do quarto do meu filho ta trancada, é domingo, são 3 da
madrugada, não posso sequer fazer barulho, jamais, no campo de
guerra não existe a paz, quem diria, minha casa, meu lar, minha
esposa no quarto e eu na sala pra matar, não, não, não vou
prender, já falei não sou policia, com as próprias mãos vou
fazer minha justiça, só tem um detalhe que me chama a atenção, o
cachorro ta latindo pro portão, se o inimigo já ta aqui dentro,
no quintal, é descomunal, será que tem mais um pro lado de fora
meu Deus, o que será, Senhor, é agora, vou atirar sem perdão,
embora esteja escuro, não vejo quase nada, só vejo o vulto, se
aproximando cada vez mais da porta, filho da puta, já que veio é
agora, puhhhh
Senhor o barulho era conhecido, mas por que não me destes um
aviso, agora é tarde, não adianta mais, realmente acabo minha
paz, o som de gatilho era da minha outra arma que meu filho
carrego quando saiu de casa, por isso que o quarto tava
trancado, por isso que o cachorro latia pro lado, de fora do
portão mais que cena, era meu filho e logo atrás a policia, aí o
motivo dele entrar e ficar no silencio, o ruído do gatilho virá
pesadelo, Click Clack o som era conhecido, agora é tarde, matei
meu próprio filho...

8.089 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais