Meu Nome É Corisco

Teixeirinha

exibições 3.867

De laço nos tentos e chilena grande
Gaúcho liberto não tem quem lhe mande
Nào tem rumo certo e o pingo que ande
Na marcha troteada de estrada em estrada
E a minha morada é o céu do rio grande

Em cada fazenda dou uma chegada
Domo uma manada e saio de novo
Não vivo entre o povo porque sou arrisco
Meu nome é corrisco só isso e mais nada

O pingo que eu monto é um lindo tostado
Da crina comprida por mim foi domado
Na estrada da vida nele eu vou montado
Conheço terreno a lua e o sereno
Meu rosto é moreno do sol é queimado

Saí pelos pampas ainda criança
Peguei confiança na minha coragem
Ando de viagem prá qualquer lugar
De um dia parar eu não tenho esperança

Rumo ao horizonte eu vou indo agora
Passando por outros que não vão embora
Aonde estarei ao romper da aurora
Talvez me espera em uma tapera
Uma cobra uma fera e me mate na hora

Ou então talvez em uma fazenda
Me espere uma prenda
Que eu queira e me queira
Eu fecho a porteira no pé da cochilha
Teremos família e fim de carreira

Terra Música feedback