Letras de músicas - Letras.mus.br

Mineiro de Piranguçu

Vieira e Vieirinha

Sou naturar lá de fora ai ai minero de piranguçu
Mi criei lá em uberaba na terra do boi zebu
Eu bem podia ser rico mais a sorte negou brucutu
Eu sai pro mundo a fora com a roupa no meu baú
É coisa que eu não me ajeito é dá murro no guatambú

Vim mi embora pra são paulo ai ai morá na zona de jaú
Ajustei com um fazendero que no cofre era o tutú
Ganhando vintão por dia eu quis defender o pirú
Ajeitei bem a enxadinha num bom cabo de bambú
Dei murro um quarto de hora eu estranhei o marvado bauru

Vou me empregar num frigurifico aiai nem que for pra espantá urubu
Se não eu viro pirangueiro vou comprar um anzól de tambiú
Que coisa melhor náo precisa de comer peixe frito e angú
Eu bem podia plantá milho se não fosse o marvado tatú
E os cachorro do mato não deixa aumentá criação de premú

Eu vou virá curadô ai ai vo largá mão de ser gabirú
Vou arranjá uma patrona bornazinho só de couro crú
Vou saí pro mundo a fora apianá como um pobre jururú
Depois eu não sou muito feio eu entrando no meu gazú
As vezes eu posso arranjá uma caboclinha dos zóio azú

541 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais